Jovens Tomarenses debatem políticas da Juventude sob o mote “Tu na Europa!”

A Juventude Social Democrata aceitou o desafio do Conselho Nacional da Juventude (CNJ) para discutir em Tomar o papel da Europa na vida dos jovens portugueses e o contributo que estes podem dar na construção do futuro da Europa.

Assim, o Conselho Nacional da Juventude (CNJ) realizou no passado sábado, 3 de fevereiro, no Complexo Desportivo Municipal uma sessão de auscultação sobre o mote “Tu na Europa”, que serviu como ponto de partida ao 6º Ciclo de Diálogo Estruturado, que pretende recolher contributos dos jovens portugueses para a elaboração da próxima Estratégia Europeia para a Juventude.

Nesta sessão, aberta a todos os jovens entre os 16 e os 30 anos, os participantes tiveram oportunidade de expôr as suas preocupações e expectativas face à Europa.

No decorrer da sessão foram solicitados contributos, pareceres e opiniões sobre uma panóplia variada de temas, desde os denominados “tabus” como a igualdade de género tanto na sociedade como no mercado de trabalho, o papel dos migrantes e refugiados, marginalização das minorias, a desertificação das áreas rurais e do interior, o interesse dos jovens por assuntos culturais, políticos e sociais e também as preocupações face ao paradigma do primeiro emprego.

Em traços gerais, a avaliação feita pelos intervenientes foi bastante positiva por se tratar de uma atividade inovadora, dinâmica e interativa apelando ao escrutínio e pensamento crítico.

Infelizmente, apesar da abertura não só à participação como a uma organização conjunta entre as juventudes partidárias locais, a JSD Tomar lamenta ter sido a única a encarar seriamente a importância deste debate e a colaborar ativamente na sua realização.

Consulta abaixo algumas das fotografias do evento.

 

Inicialmente foi explicado o contexto desta actividade nas políticas europeias

 

De seguida os participantes foram convidados a apontar soluções para várias questões que afetam a União Europeia

 

Uma das perguntas que esteve em discussão durante a actividade

 

Mais algumas das perguntas que foram debatidas

 

A JSD Tomar no evento com a companhia do Tiago Carrão, agora no PSD Tomar

Propostas para o OPJT18 da JSD Tomar

A JSD Tomar cumpriu a sua função enquanto juventude política, e após escutar os jovens nabantinos submeteu as seguintes 5 propostas a votação no Orçamento Participativo Jovem de Tomar de 2018. Fica a conhecê-las e não te esqueças de acompanhar as restantes propostas no site do OPJT 18 e votar quando a votação tiver início.

 

Gala Talento Jovem

Descrição:

Atribuição de prémio pecuniário (500€) aos jovens do concelho de Tomar que pelo seu mérito se distingam nas seguintes áreas (10):

  • Desporto;
  • Artes (inclui-se a escultura, pintura, artes plásticas, gráficas, entre outras);
  • Literatura;
  • Artes performativas (inclui-se a música, dança e teatro);
  • Ensino Básico;
  • Ensino Secundário;
  • Ensino Superior;
  • Empreendedorismo;
  • Cidadania (inclui-se destaque de jovens em áreas como a Solidariedade, o Voluntariado, o Associativismo, Ativismo ou a Política);
  • Excelência (distinção pelo percurso e exemplo de vida que inspire a Juventude nabantina).

 

Duração:

5 horas (das 19h00 às 24h00)

 

Orçamento:

Prémios: 5000€ (500€ x 10 ) Organização: – 4 Seguranças (8€/h) = 160€ + IVA

Palco/Música/Som/Luz = 4150 € + IVA

Total= 5000€ + 160€ + 4150€ = 9310€ + IVA

 

Público-alvo:

Jovens nabantinos até aos 30 anos.

 

Local da ação:

Pavilhão Municipal

 

Coordenação:

Câmara Municipal de Tomar, Gabinete da Juventude, Clubes desportivos, Associações juvenis e não juvenis, Agrupamentos escolares, Associações empresariais e de comerciantes, Filarmónicas, Associações de Pais, entre outras que se julguem necessárias à elaboração do regulamento e futuro júri que avaliará as condições para atribuição do prémio.

 

Recomendação:

A entrada no evento é gratuita, se o participante quiser jantar são cobrados 15€. Organização de Jantar solidário de 15€ (12€ preço de custo + 3€ a reverter para as Associações de Pais/CAT/ ou outra). Orçamento do jantar 12€/pessoa (Sopa, Prato principal, Sobremesa, Bebidas e café)

 

Reflorestar Tomar

Descrição

Ação de reflorestação com a compra de 10.000 plantas autóctones (Carvalhos, Medronheiros, Azinheiras, Sobreiros, Castanheiros) com vista à promoção de uma floresta sustentável em Tomar.

 

Público-alvo

Estudantes de todas as escolas de Tomar.

 

Local da ação

Preferencialmente em zonas ardidas (S.Pedro/ Serra/ Sabacheira)

 

Orçamento

10.000€ +IVA

 

Coordenação

Câmara Municipal de Tomar, Divisão de Espaços Verdes/Obras e Juntas de Freguesia, com a cedência de material para a plantação e transporte dos estudantes aos locais de intervenção.

 

Recomendação

Organizar uma sessão de esclarecimentos pública sobre a importância do tema da sustentabilidade da floresta autóctone em parceria com Organizações de Conservação da Biodiversidade.

 

Juventude Solidária

Descrição

Aquisição de material para os serviços de Fisioterapia, Terapia Ocupacional e Terapia da Fala do CIRE (Centro de Integração e Reabilitação de Tomar).

 

Público-alvo

Utentes do CIRE

 

Local da ação

CIRE

 

Orçamento

Fisioterapia – 2699,28€ (Iva incluído)

Terapia da Fala – 1739,25€ (Iva incluído)

Terapia Ocupacional – 2652,40€ (Iva incluído)

Total 7090,93€ (Iva incluído)

 

Recomendação

Organização de ação de sensibilização e sessão de esclarecimentos pública com o CIRE sobre a importância da Fisioterapia, Terapia Ocupacional e Terapia da Fala para o desenvolvimento psico-motor de todos os jovens e não jovens.

 

Espaço Co-working

Descrição

Tomar é hoje uma das cidades do Distrito de Santarém mais afetadas pelo desemprego, como também uma das cidades que regista um dos maiores índices de envelhecimento; com todas as consequências sociais e económicas que daí decorrem para as pessoas, para as comunidades e para a própria cidade. É imperativo encontrar novas respostas na cidade para fazer face a estes problemas, já que as respostas existentes se têm revelado insuficientes, sendo fulcral investir na capacidade de inovação das pessoas e comunidades, no sentido de gerar novas ideias, novas respostas sociais e melhor utilização dos recursos, com o objetivo de criar postos de trabalho, contribuindo assim para a redução do índice de desemprego, como possibilitar a fixação de jovens. Com o objetivo de contribuir para colmatar os problemas anteriormente enumerados, a JSD de Tomar defende a Criação de um espaço de Co-working. O conceito de Co-working consiste na partilha de recursos e do mesmo espaço de trabalho, reunindo pessoas que trabalham não necessariamente para a mesma empresa ou na mesma área.

 

Público-alvo

Este espaço destina-se a novas profissões e modelos de negócio que permitem a freelancers, Startups, empreendedores ou empresas da região que pretendam trabalhar num espaço dinâmico e com localização privilegiada.

 

Local de intervenção

O Espaço de Coworking deve ser instalado em espaço propriedade do Município no qual seja somente necessária a criação de condições a nível de mobiliário entre outras condições superficiais para o espaço acima referido. Podendo no nosso entender este espaço ser instalado na Biblioteca Municipal. Porque atualmente possui espaço livre (Antiga sala de computadores), é dinâmico, bem centrado, é um local de conhecimento e partilha de informação, dispõe de estacionamento e auditório. Em alternativa este espaço poderá ser instalado nas Piscinas Municipais, Pavilhão municipal, Casa dos Cubos, nas instalações inaproveitadas por cima do parque coberto da Zona Histórica (traseiras da CMT), entre outras instalações, propriedade do Município.

 

Orçamento

6.381,84€ (IVA incluído)

 

Coordenação

CMT, NERSANT, ACITOFEBA, IPT

 

Recomendação

Elaborar documentos que regulamentem os processos de candidatura, os critérios de atribuição do espaço, normas de utilização, contrapartidas, etc. Abertura de separador próprio no site da CMT para “ COWORK Tomar” onde se encontrem todas as informações.

 

Letreiro Gigante

Descrição

Aquisição de letreiro gigante como promotor publicitário e turístico da marca “Tomar”, à semelhança de capitais europeias e cidades como o Porto.

 

Local

Preferencialmente na zona de chegada a Tomar, Estação de Comboios, na Várzea grande.

 

Orçamento

9820€ + IVA

 

 

Não te esqueças de consultar as restantes propostas que foram apresentadas pelos jovens de Tomar e participa na votação final!